terça-feira, 10 de janeiro de 2006

Ginástica nas Escolas do 1º Ciclo

No site: http://www.educare.pt/, está publicado o seguinte artigo:
"Ginástica nas escolas (02.01.2006)
Depois de o Ministério da Educação ter anunciado a contratação de monitores de tempos livres para as escolas do 1.º ciclo, a Federação de Ginástica de Portugal lançou o programa Play GYM.
A decisão do Ministério da Educação de proceder à contratação de animadores para assegurar as actividades extracurriculares no prolongamento do horário no 1.º ciclo - como desporto, expressão plástica ou educação musical -, levou a Federação de Ginástica de Portugal (FGP) a lançar o "Play GYM".Trata-se de um programa de desenvolvimento gímnico, que tem como principal objectivo "tornar a ginástica divertida e contribuir para um bom desenvolvimento da criança". Com este programa de ensino da ginástica, o "Play GYM" tem organizado diversas actividades, desde momentos de dinamização gímnica até projectos mais sistematizados e permanentes, tanto para autarquias como para escolas. Com uma equipa de 700 técnicos credenciados, a FGP pretende assim responder às necessidades das escolas para a ocupação não só da extensão curricular das 15h30 às 17h30, como também de classes gímnicas para os ATL depois das 17h30.Para usufruir deste programa, os conselhos executivos deverão estabelecer protocolos com as autarquias, associações de pais e instituições que actualmente asseguram os ateliers de tempos livres, à semelhança do que já acontece com o ensino do Inglês nos 3.º e 4.º anos."
Perante tal situação, gostariamos de colocar apenas uma pergunta: Porquê a contratação de animadores, cuja aptidão pedagógica poderá suscitar duvidas, quando as listas de professores não colocados pelo Ministério da Educação contém centenas de Licenciados (com licenciaturas homologadas pelo M.E.) nas áreas em questão?

3 comentários:

Anônimo disse...

Já agora, porque não colocam "endireitas" nos centros de Saúde?

Miguel Pinto disse...

A resposta é óbvia: há a suposição de que é mais barato!

Leandro Urbano disse...

Enquanto nós profissionais da Educação Física não nos impormos a respeito da importância de nossa profissão continuaremos sendo desrespeitados até mesmo pelos nossos colegas educadores...Até quando seremos substituídos por palhaços de circo ???